Blog único

Dores durante a viagem de moto: saiba como evitar

Durante longas viagens de moto, seja para motociclistas experientes ou para pilotos e garupas que ainda não estão totalmente acostumados com o veículo, o trajeto sobre duas rodas pode vir acompanhado de algumas dores e até lesões musculares. Isso acontece porque os movimentos repetitivos, como acelerar, frear e a postura da moto fatigam o músculo e provocam dores e tensões. Confira o que fazer para evitar algumas dores durante a viagem de moto!

Dor nas costas

Permanecer sentado na mesma posição durante muito tempo ou com a postura inadequada pode fazer com que os ossos da coluna e os músculos que envolvem a região fiquem tensionados e doloridos, principalmente na lombar e cervical. 

Para evitar essa dor, mantenha a postura o mais ereta possível durante a viagem, com pernas e pés alinhados ao corpo e braços retos no guidão. Não deixar a barriga relaxada e o pescoço torto para frente também ajudam. 

Dica: alongue-se com frequência e pratique exercícios de fortalecimento da coluna, como abdominais, agachamento e a reeducação postural. Também evite viajar com a mochila nas costas, pois a pressão do vento na bagagem faz com que as costas fiquem ainda mais tensionadas. 

Dor nos pulsos e punho

Acelerar constantemente pode deixar os pulsos e punhos tensos e doloridos e, em alguns casos, contribuir para o surgimento da Síndrome do Túnel do Carpo, tendinite ou LER.

Para evitar essas dores durante a viagem de moto, lembre-se de segurar o guidão com menos força nas mãos e sempre deixar o pulso posicionado levemente mais baixo do que as mãos na hora de pilotar. Usar luva para proteger os membros do frio e do vento também pode ajudar a evitar dores. 

Dica: Durante as paradas, alongue o pulso, punho e mãos. 

1: Gire os pulsos em sentido horário e anti-horário 

2: Estenda o braço com os dedos para cima e palma da mão voltada para frente, com a outra mão, puxe a palma da mão estendida em sua direção. Repita dos dois lados e com os dedos apontados para baixo.

Dor nos ombros

Para pilotar a motocicleta, é necessário ficar com os braços estendidos e ombros elevados, e essa tensão pode deixar o motociclista muito dolorido. A situação pode piorar caso o guidão da motocicleta seja alto e obrigue o piloto a ficar com os braços elevados. Em alguns casos mais graves, o esforço repetitivo pode causar lesões sérias como tendinite e bursite.

Para evitar o cansaço nos ombros, escolha uma motocicleta com um guidão adequado para a sua altura.

Dica: Durante as paradas, exercite os ombros e alongue-se, girando-os para frente e para trás. Outra dica é fazer exercícios de fortalecimento para essa região, como o levantamento lateral de halteres ou remada.

Dor nos joelhos 

Essa é uma das dores durante a viagem de moto mais comuns e que mais incomodam os motociclistas: a dor no joelho aparece devido a angulação e flexão das pernas, que causam pressão na cartilagem e nos ossos. Por isso a importância de manter a postura adequada e evitar que as pernas fiquem dobradas a menos de 90º. 

Na hora de escolher a moto, também é necessário prestar atenção a ergonomia do veículo e escolher uma máquina que se adeque às suas necessidades. 

Dica: Alongue-se durante as paradas e realize exercícios de fortalecimento da região e da perna como um todo, como o afundo, flexor, extensor e agachamento stiff. 

Durante trajetos longos, escolha fazer paradas a cada duas horas para se movimentar e evitar que as dores musculares estraguem o seu passeio. 

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado

pt_BRPortuguese
en_USEnglish pt_BRPortuguese
Open chat
Powered by